18 setembro, 2016

Túmulos se juntaram: Manifestação do amor ?



Na cidade de São João do Triunfo no interior do Paraná há muitas lendas locais transmitidas de geração para geração. Mas entre muitas divulgadas no livro “Lendas e Contos do Paraná do Governo do Estado de 2005”, existe uma história que é tida com a manifestação da existência do amor após a morte. Vou contar agora esta história para vocês e que tomei conhecimento através de notícia feita recentemente pala rede Tribuna Massa que fez uma matéria na região. No cemitério da cidade se encontram os túmulos de Lourenço Hipólito Neto e Maria Antunes Ferreira, mas até aí você vai me dizer, “Ok! O que há de tão especial? ”. O que há de especial e diferente é que os túmulos se encontram unidos, ou seja, colados um ao outro, sem haver aquela distância mínima que geralmente existe entre os túmulos no cemitério. Como isso aconteceu? 



Entrada da cidade de São João do Triunfo.


A lenda diz que havia um amor entre eles que não pode se concretizar em vida pois eles pertenciam a classes sociais diferentes. Maria morreu primeiro em fevereiro de 1939 (as causas das mortes não foram divulgadas na matéria) e depois em setembro do mesmo ano, morreu Lourenço. Com o tempo as pessoas foram observando que o túmulo de Maria foi se achegando, por assim dizer, ao túmulo do seu “amado” que estava ao lado do seu. Veja na foto abaixo como os túmulos estão hoje em dia.

Túmulo de Lourenço Hipólito Neto.

Túmulo de Maria Antunes Ferreira.


A imagem dos túmulos unidos.

Apesar de o local receber a visita de muitas pessoas que querem ver com os próprios olhos essa linda história de amor pós-morte, lembro a vocês meus queridos leitores da Cripta, que toda a história possui dois lados. E o outro lado controverso da história é de que segundo as informações contidas nas lápides, Maria Antunes morreu com 63 anos e Lourenço morreu com 15. Seriam eles um casal de amantes com 48 anos de diferença? E caso fosse seria a classe social que impedira eles de se unirem e não o fato de Lourenço ser um adolescente? Acho muito estranha essa lenda por conta deste motivo que me parece muito plausível para se colocar em dúvida toda a áurea de amor ao redor da história.

SEGUNDA HIPÓTESE

Uma outra hipótese levantada é a de que Hipólito poderia ser filho de Maria e por problemas financeiros ela não poderia ter cuidado dele. Com a morte a aproximação dos túmulos se dei por afinidade e pelo amor que ela tinha por ele como mãe.


De qualquer forma qual seria a explicação para que um túmulo se deslocasse e encostasse no outro? 

Poderia ser um problema de solo localizado?

Aqui o vídeo que fiz com essa matéria para o canal:



Fontes:
http://www.redemassa.com.br/tv-iguacu/video/78bdf88010978e3d1a6e8bd77d3ca8c5
http://sjtriunfo.pr.gov.br/index.php?sessao=1fc356c509hf1f&id=57
http://todasfunerarias.com.br/os-dois-tumulos-que-misteriosamente-se-juntaram/
Share: